8.7.16

Belezas Naturais: Lua da quarta



Esta foto foi feita no começo da noite desta quarta, dia 6, às 18h22, da área de serviço do quarto que aluguei aqui em Maceió. No Nordeste, como o Sol nasce e se põe muito cedo, a Lua fica visível no céu boa parte do dia, a partir da tarde (como já vimos no primeiro Belezas Naturais). Porém, o satélite da Terra acaba sumindo da visão permitida pela área aqui do prédio, voltada para o oeste, também bastante cedo. Já não teria como registrá-la, por exemplo, às 20h10, hora em que postei esta foto em meu Facebook pessoal, acompanhada do seguinte poema que me ocorreu enquanto trabalhava na imagem:


Imitar a Lua 
Às vezes é preciso
E mesmo minguante
Ser um sorriso

Usei a nova Nikon L330, com flash (do contrário a imagem sairia borrada. Descobri esse truque, confesso, muito recentemente, em maio, quando estava em São Luís). Na edição, cortei a parte inferior da imagem, que era apenas uma porção de céu escuro que tirava a atenção do motivo da foto, e apliquei o filtro Night. 


Nenhum comentário: