18.7.16

Belezas Culturais: Arrastão do Pavulagem 2015



Surgido em 1987, o grupo paraense Arraial do Pavulagem de imediato começou a organizar apresentações na Praça da República (Belém), no intuito de divulgar e valorizar a música de raiz da Amazônia. O trabalho do Arraial logo evoluiu para a realização de vários cortejos anuais e a criação de um Instituto que leva o nome do grupo. Atualmente, esses cortejos reúnem cerca de 15 a 20 mil pessoas. 

Dos vários cortejos anuais, considero que o maior é o do ciclo junino, cuja comemoração no Norte é tão intensa quanto no Nordeste. Ao longo de quatro domingos consecutivos, o Arraial promove o Arrastão do Pavulagem, que sai da escadinha da Estação das Docas, às margens da Baía do Guajará, e percorre a Av. Presidente Vargas, no centro de Belém, até a Praça da República, onde a festa culmina numa grande festa onde tocam vários convidados, ficando o encerramento, logicamente, a cargo do próprio Arraial.

Recém-chegado a Belém, em junho de 2010, participei de um dos cortejos juninos, carregando um boizinho, miniatura do Boi Pavulagem.

As fotos do post são do último cortejo junino de 2015, realizado em 5 de julho. Dessa vez, optei por esperar na praça a chegada dos brincantes. Na foto de abertura podemos ver a multidão que tomou a praça da República, muitos usando o tradicional chapéu com fitas coloridas, assim como os músicos - vemos à direita, tocando violão e cantando, Júnior Soares, um dos fundadores do Arraial. 

Logo abaixo, um momento em que o Boi Pavulagem esteve no palco (também na imagem, de camisa amarela, Ronaldo Silva, outro dos fundadores do Arraial) ...




... e encerrando o post um ponto de venda dos chapéus tradicionais, sobre a grama da praça, a poucos metros do palco armado ao lado do Teatro Experimental Waldemar Henrique.





Nenhum comentário: