08/04/2020

Rapidola Clássico 10



Leio o soneto 'O que é um Violão' (1930), de Noel Rosa (1910-1937).

***

O QUE É UM VIOLÃO (1930) 

O violão, meu amigo e companheiro
Que sempre partilhou de minha dor
Na serenata sempre foi bom companheiro
Numa modinha, o meu melhor inspirador,

Nem bandolim nem violino bem tocado
Nem mesmo um cavaquinho em boa mão
Me fizeram ficar tão inspirado
Quanto fiquei com o som de meu violão

Ele, quem me ditou o canto e a rima
Ele quem a vibrar se acostumou
Soluça no bordão, geme na prima...

É ele quem me anima e me seduz.
Juro deixar o mundo alegremente,
Desde que eu tenha um violão por cruz.


06/04/2020

Rapidola 16



O mundo gira, a vida passa
e sempre tem alguém querendo
que você trabalhe de graça

Fabio Gomes
Macapá, 10.10.16


03/04/2020

A Semana nº 116

  • O principal novo conteúdo publicado em meu site agora há pouco é a volta do programa Café com Tapioca. Ele surgiu como entrevistas em texto que eu publicava no blog Som do Norte a partir de 2015, feitas por mim e por colaboradoras do blog; a série no blog encerrou com a entrevista que fiz em 2016 com a cantora e compositora Camila Barbalho, que foi também a primeira a ser feita em vídeo (o que a bem da verdade já era minha intenção desde o começo).



Pois bem, neste retorno, trago em duas partes a entrevista gravada em Belém em agosto do ano passado com a cantora e compositora Liège (foto acima), falando de seus clipes recentes, do disco Ecdise, a ser lançado por Natura Musical, da preservação da Amazônia e do sentido social da arte, entre outros temas. Confira os melhores momentos da nossa conversa e o mini-ensaio fotográfico que fiz com a artista neste link: https://fabiogomesfotocinema.com.br/cafetapioca-liege.html



Para receber estas atualizações no Whatsapp toda sexta à tarde, me envie uma mensagem clicando no link: https://wa.me/558281644169?text=Atualiza%C3%A7%C3%B5es 

 A próxima atualização do site está prevista para a sexta, 17. Na semana que vem não irei atualizar o site porque a sexta cai em meio aos feriados de Semana Santa e Páscoa. As demais atualizações do blog e do Instagram serão mantidas.

*** 

  • O post mais visto dos últimos sete dias aqui no blog foi A Semana nº 115, postado sexta e com 6 acessos até agora. Em março foram 458 acessos no total, com destaque para A Semana nº 114, postado em 20.3 e acessado 12 vezes. 

  • No meu Instagram, a foto mais vista (150 vezes) foi esta do ensaio Pin-Up Girl com a modelo Emile Brown Abdon, postada na sexta, 27.



  • No total, 193 visitantes viram 807 páginas do meu site, sendo este o mês de maior acesso até agora em 2020. A maioria dos visitantes é como sempre do Brasil e dos Estados Unidos. A surpresa é que pela primeira vez a China aparece na lista, com o 3º número de visitantes, seguida por Canadá e França. O endereço da internet que mais direciona visitantes para meu site é este blog. O ensaio mais visto no meu site em março foi Alegria de Viver, com a modelo alagoana Gabrielle Celestino, com 36 views; em segundo lugar, ficou o Ensaio Especial de Verão com a também alagoana Jady Silva (25 views). 


  • Meu canal do YouTube teve 66 visitantes no mês passado, que viram 120 vídeos num total de 2,2 horas (como hora não é decimal, eu entendo que devam ter sido 2h12min). O campeão de audiência foi o curta Visitando os Tukano-Dessana, com 37 views. 

  

27/03/2020

A Semana nº 115

Os novos conteúdos desta sexta em meu site são:

  • Fotos - O ensaio completo Pin-Up Girl, com a modelo oficial Emile Brown Abdon. O maior ensaio já publicado pelo site: 130 fotos! Imagens dele já foram divulgadas desde o final de 2018 no Instagram, sempre com sucesso, mas só num site mesmo é que é possível publicar na íntegra todas estas fotos juntas. Aprecie em https://fabiogomesfotocinema.com.br/emile-pinup.html






Para receber estas atualizações no Whatsapp toda sexta à tarde, me envie uma mensagem clicando no link: https://wa.me/558281644169?text=Atualiza%C3%A7%C3%B5es 

 A próxima atualização do site está prevista para a próxima sexta, 3 de abril. 


 ***

  • O post mais visto deste blog nos últimos sete dias foi A Semana nº 114, publicado na sexta, 20, e com 7 acessos. 

  • Também é do mesmo dia a foto mais vista da semana no meu Instagram: a que anunciou a publicação do ensaio da modelo Gabrielle Celestino teve 223 visualizações até o momento. 



  • E a partir da noite de hoje começo uma breve pausa nas atualizações semanais de todos os meus espaços, em função de há duas semanas o sinal de internet que tenho disponível estar muito pouco confiável. Esta parada não tem relação alguma com questões de saúde, estou bem, não se preocupem. A ideia é ao menos atualizar o site na próxima sexta, se a conexão permitir. Até breve!


25/03/2020

Rapidola Clássico 9




Leio o poema "Se Eu Morresse Amanhã", de Álvares de Azevedo (1831-1852), escrito possivelmente no ano de sua morte e publicado originalmente em seu livro póstumo Lira dos Vinte Anos (1853). 

Baixe o primeiro volume da segunda edição das "Obras" do autor, publicada em 1862 e onde consta este poema: https://digital.bbm.usp.br/bitstream/bbm/5063/1/002384-1_COMPLETO.pdf




23/03/2020

Rapidola 15



Haja o que houver, manos
Não deixemos por menos:
Sigamos com os planos
Sigamos sempre plenos

Fabio Gomes
Maceió, 21.11.19


20/03/2020

A Semana nº 114

Entraram no ar em meu site agora os seguintes conteúdos:




Para receber estas atualizações no Whatsapp toda sexta à tarde, me envie uma mensagem clicando no link: https://wa.me/558281644169?text=Atualiza%C3%A7%C3%B5es

A próxima atualização do site irá acontecer na sexta, 27.

***

  • O post mais visto deste blog nos últimos sete dias foi A Semana nº 113, da sexta passada, acessado 8 vezes.

  • Já no Instagram, minha foto mais vista na semana foi esta da modelo alagoana Jady Silva, postada também na sexta e vista 342 vezes até agora.



  • Também ontem, resolvi reduzir o preço do meu novo e-book Rapidola (um aperitivo) no Clube de Autores, colaborando com as pessoas que, em função da pandemia do corona vírus, precisam ficar sem sair de casa. O preço caiu quase 25% e o livro custa agora apenas R$ 22,60. Compre em https://clubedeautores.com.br/livro/rapidola

18/03/2020

Rapidola Clássico 8



Leio o soneto "A uma senhora que me pediu versos", de Machado de Assis (1839-1908). 

O poema foi possivelmente escrito entre 1878 e 1880 e publicado em livro pela primeira vez na parte intitulada "Ocidentais" das Poesias Completas do autor, em 1901.

Baixe a edição original da obra: https://digital.bbm.usp.br/bitstream/bbm/5229/4/45000018584_Output.o.pdf

A inclusão de Machado no projeto foi decidida quando do recente episódio da proibição a livros seus pela Secretaria da Educação de Rondônia, no começo de fevereiro.




17/03/2020

Arte sem limites

Quando eu estava na faculdade - ou seja, há uns 20 anos -, certa ocasião uma colega, talvez incomodada com o fato de eu ter sempre vários projetos simultâneos (na época, fotografava, fazia cartum, escrevia prosa e teatro...), me fez uma pergunta que até hoje eu não entendi. Ela queria saber qual dessas modalidades artísticas eu escolheria, se só pudesse me dedicar a uma única. Respondi que essa escolha era impossível, pois em cada uma delas eu me expressava de uma maneira diferente.

A questão não era econômica, já que, à época, nenhum desses projetos artísticos me gerava renda alguma (não que eu tivesse algo contra - risos). Mas, assim como é muito difícil, quase impossível, você se sustentar no Brasil apenas com um salário de emprego formal (muitos assalariados acabam desenvolvendo, em paralelo, uma carreira de empreendedor informal movido pela necessidade), penso que é também muito difícil que a um artista baste uma única forma de expressão.


Desde 2016, pelo menos, alio em 
meu trabalho fotografia e poesia.
O fotopoema acima faz parte do 


Inclusive demorei agora para lembrar de artista que, conhecido por uma modalidade artística, jamais tenha experenciado outra. Ocorreu-me o escritor paranaense Dalton Trevisan, 94 anos. Ao acessar seu verbete na Wikipedia, porém, descobri que em 1974 ele escreveu as histórias e os diálogos do filme Guerra Conjugal, adaptação de contos seus de obras diversas. Diálogo para cinema faz parte do roteiro, e roteiro, mesmo sendo um texto escrito, é uma ferramenta de cinema. 

Então é de se estranhar que a muitos incomode que um artista atue em mais de uma frente, seja por necessidade de expressão, seja por questão econômica ou pelo motivo que for. Em entrevista à Folha de S.Paulo em 1994, Chico Buarque relatou que, mesmo "um sujeito" o tendo chamado de "sambista", pensando ofendê-lo, ele, Chico, gostaria que, ao morrer, dele dissessem: "morreu um sambista que escrevia livros". 

A quem interessa colocar cada artista em uma única "gaveta" dos fazeres artísticos possíveis? E, pior: quem definiria que "gaveta" seria esta?  Vamos pensar no caso do cinema: raramente um cineasta fará mais de um filme por ano, bem como filmes em anos consecutivos. O tempo em que os principais nomes da MPB lançavam um disco todo ano também já passou. Sou a favor de que toda pessoa se expresse da forma que preferir, na quantidade que desejar. A arte só tem valor sendo livre!


* Publicado originalmente no Digestivo Cultural em 2.3.20


16/03/2020

Rapidola 14



Meu poema 
Não ficou a seu contento?

Dó ré mi fá
Sol lá-mento

Fabio Gomes
Maceió, 27.11.19