05/01/2022

Balanço de 2021

2021 foi marcado pela pandemia do coronavírus, a exemplo do ano anterior. Em minha cabeça, aliás, fica difícil distinguir num primeiro momento o que aconteceu em 2020 do ocorrido no ano que recém acabou, às vezes parece que 2020 só encerrou para mim quando tomei a segunda dose da vacina AstraZeneca, em 14 de setembro. Foi só a partir daí que voltei a fazer planos de viagem, encerrando a inesperada estadia de dois anos em Maceió. Eu havia chegado à capital alagoana em outubro de 2019, com planos de passar o verão e retornar a Belém, o que se tornou impossível a partir do início da pandemia. Mas parte desta história eu já contei no balanço anterior (para ler todos meus balanços anuais desde 2016, clique aqui). 

Sem dúvida nenhum minha grande realização na parte do ano anterior à vacinação foi o lançamento de meu 11º livro, Memórias Poéticas. A versão e-book da obra entrou em vendas na Amazon em julho (compre aqui). Cheguei a criar uma versão impressa do livro, a ser vendida sob demanda, porém entre setembro e dezembro não houve pedidos suficientes para justificar a manutenção desta oferta, de modo que a versão impressa do livro foi descontinuada agora no começo de janeiro. 

Um mês depois da segunda dose, voltei a viajar, indo não para Belém, como teria feito em março de 2020, e sim para São Paulo, afinal minha câmera titular (a Canon EOS Rebel T5) precisava passar por uma revisão após todo esse tempo de inatividade (meu último ensaio fora realizado mais de um ano e meio antes!). Aproveitei a estadia na capital paulista para estudar: cursei Maquiagem Profissional e Pintura Corporal, no intuito de me tornar um profissional mais qualificado para melhor atender as clientes e as modelos que confiam no meu trabalho. 

Também na temporada em São Paulo, que durou mais de mês, voltei a fotografar, já em novembro, realizando três ensaios (um dos quais promocional), o que permitiu que o site voltasse a ser atualizado, já sob a nova premissa de fazer publicações apenas de material novo. Até porque o meu acervo inédito e que pudesse ter algum interesse se esgotou em dezembro do ano passado, afora alguns vídeos com poemas, que publiquei em agosto, por ocasião do segundo aniversário do site. 

Um outro aniversário, esse sim bem mais significativo - o dos meus 30 anos de Fotografia - acabou não sendo comemorado como inicialmente planejado (ou seja, com um ensaio sensual inédito). Para compensar, fiz no meu Instagram, entre março e outubro, uma grande retrospectiva de meu trabalho registrando a figura feminina, com imagens produzidas entre 2010 e 2020 (correspondendo, portanto, à minha fase digital). Findo esse resgate, passei a adotar no Instagram a mesma diretriz do site, ou seja, postar apenas trabalhos novos. Sei que, assim, estou na contramão do que tem sido recomendado para se ter relevância no 'Insta', mas confesso que, desde que passei a ter um site específico para meu trabalho com Fotografia e Cinema, passei a ver redes sociais apenas como vitrines que posso usar para divulgar a produção veiculada em meu site, que é portanto a mídia principal. 

O próprio Instagram não se ajuda numa hipotética disputa para ocupar o posto de mídia principal. Em algum momento de 2021, por exemplo, houve uma mudança da qual não lembro de ter visto aviso, e que só nos permite acessar dados sobre alcance das publicações dos últimos 90 dias - anteriormente, você podia estender essa pesquisa até os últimos 2 anos. Em função disso, não me pareceu justo incluir o Instagram na parte final deste post, onde vou apresentar minhas publicações mais vistas de 2021, já que os dados do site e do blog abrangem o ano inteiro. 

Aqui no blog, o post mais visto do ano passado foi uma arte com um poema que fiz para a modelo Maytê Cumaru, arte esta vista 1.440 vezes. Em segundo lugar, com 1.180 acessos, o Especial Liège, reunindo links para materiais que publiquei no site com a cantora paraense, que lançou em junho seu primeiro álbum, Ecdise. E em terceiro, também de junho, o artigo Stories censurados!, um relato feito quando constatei que nem todos os Stories que publico no Instagram são aceitos no Facebook (sete meses depois, a situação continua a mesma). O artigo foi lido 1.130 vezes. 
No total, o blog registrou 24.100 acessos ao longo de 2021, sendo 19.200 de usuários dos Estados Unidos, 760 do Brasil e 658 da Suécia.

Já o site registrou 1.891 visitantes únicos ao longo do ano, que viram 4.050 páginas. Setembro foi o mês de maior acesso: 337 visitantes e 773 páginas. Curiosamente, aparecem os mesmos países na mesma ordem: Estados Unidos com 1.903 páginas, Brasil com 999 e Suécia com 375. 



Os ensaios mais vistos no site em 2021 foram:

1. Liberdade - Gabrielle Celestino (foto acima) - 247 acessos









16/08/2021

Dois anos do site

Hoje, 16 de agosto, faz dois anos que entrou no ar meu site https://fabiogomesfotocinema.com.br/Abaixo, vemos o topo da versão do meu site para celular, capturado há instantes. Estes são os destaques da página nesta data:


  • Ensaio de Aniversário - Ensaio com mais de 200 imagens, em sete partes, estrelado pela minha modelo oficial da Região Norte, Emile Brown Abdon. As fotos foram feitas em Macapá em setembro de 2018 e publicadas no site por ocasião do 1º aniversário, em agosto do ano passado. Veja em https://fabiogomesfotocinema.com.br/emile-aniversario.html

  • Rapidola Livre 2020 - Reunião de 20 vídeos com poemas de minha autoria, que gravei entre fevereiro e julho do ano passado, para veiculação nos Stories do Instagram. Agora em 2021, tenho postado um a cada semana no Reels, também do Instagram. O último vídeo-poema incluído ainda está inédito no Reels. Confira em https://fabiogomesfotocinema.com.br/rapidolalivre2020.html

  • Memórias Poéticas no Esquenta Book Friday - A Amazon Brasil promove, de 19 a 22.8, a Book Friday 2021, com até 70% de desconto em cerca de 4 mil livros. Meu novo e-book, Memórias Poéticas, está participando do Esquenta Book Friday, uma preparação para o grande evento. Somente nos dias 16 e 17.8, você poderá baixar gratuitamente o e-book neste link



12/07/2021

Já está à venda meu novo e-book, MEMÓRIAS POÉTICAS

Escolhi 12 de julho de 2021 para lançar meu 11º livro, Memórias Poéticas, porque foi nesse dia, há 34 anos (12.7.1987), que escrevi meu poema mais antigo a sobreviver. Intitulado "Tá Chovendo Lá Fora", é um poema em forma de diálogo entre um casal em vias de separação; o texto fez parte de meu segundo livro, A Garota no Bar, de 1990. O poema pode ser lido também no novo livro, ao lado de todos meus poemas dos anos 1980 e 1990 cujo texto consegui localizar.

Nas 70 páginas do livro, relato toda minha convivência com a Poesia, desde a escrita dos primeiros versos, inicialmente no ambiente escolar, até a difusão dos poemas através de jornal, livro e rádio. Falo também do porquê de ter ficado sem escrever Poesia por quase duas décadas e de como vim a ter hoje na Poesia veiculada nas redes sociais uma de minhas principais atividades. Em paralelo, traço um peculiar panorama de aspectos da vida brasileira (e até mundial) do final da década de 1970 até (praticamente) ontem.

Compre agora mesmo seu e-book a R$ 20,00 em meu site ou na Amazon Brasil


07/06/2021

Stories censurados!

Sei que estou há algum tempo sem atualizar o blog (nem o site, fora alguns ajustes internos), muito em função da pandemia. Não havendo ensaios novos a publicar, é difícil girar toda essa engrenagem. Mas enfim, esse post não é pra falar sobre isso.

O que quero deixar registrado - e precisa ser aqui, num espaço que não faça parte das organizações do Mark Zuckerberg - é que desde a semana passada percebi uma falha (?) no encaminhamento de Stories do Instagram para minha fan page no Facebook. Todo conteúdo que posto no Instagram tendo uma mulher de biquíni ou com nudez parcial ou total (mesmo com a censura que a plataforma exige, já falei sobre isso aqui) simplesmente não é compartilhado de fato no Facebook. Aquele story específico não aparece. Se eu vou no Instagram e peço para compartilhá-lo na fan page, vem uma mensagem de 'Já compartilhado no Facebook'.

Durante o final de semana, fiz alguns testes e consegui subir fotos de modelos de biquíni diretamente no Story da fan page e mesmo na minha conta pessoal (que uso cada vez menos, adoraria poder excluir, mas se você tem um Instagram comercial precisa ter fan page, e pra ter fan page precisa de uma conta pessoal ativa. Só não é venda casada porque a gente não compra uma conta no Facebook - rir pra não chorar). 

Aparentemente, subir a foto diretamente na fan page resolveria o problema, mas não é a mesma coisa - perde-se o link que remete à publicação original, que é em geral o motivo pelo qual compartilhamos conteúdo alheio, ou mesmo próprio, nos Stories. Porque a censura que identifiquei acontece tanto se posto uma foto diretamente no Story quanto (o que aliás mais faço) compartilho uma postagem minha ou de outro perfil, o que serve tanto para divulgar meu post para quem chega pelos Stories quanto para apoiar e apresentar a meu público outros criadores de conteúdo com ideias semelhante às minhas. Esta proposta então está sendo feita normalmente no Instagram, mas quem me acompanha pela fan page não está tendo o direito de acompanhar a mensagem completa.

Se alguém souber se há algo que eu possa fazer, por favor me diga nos comentários, ou entre em Contato comigo e me conte. Ficarei muito grato! 

03/06/2021

Especial Liège

Hoje a cantora e compositora paraense Liège lança em todas as plataformas digitais seu primeiro álbum, intitulado Ecdise. O termo, usado em Zoologia para traduzir o processo de muda ou eliminação do exosqueleto, vem do grego, onde significava "ação de se despir". 

Lançado hoje, este trabalho já vem sendo produzido há algum tempo - inclusive foi tema de nossa conversa no Café com Tapioca que gravamos em 2019 e que é o primeiro item deste Especial:



No link acima, você pode assistir nossa conversa em duas partes, e ver um miniensaio fotográfico que fizemos exclusivamente para o meu site. 


No segundo item do Especial, fotocas que fiz da apresentação da cantora no mítico mercado Ver-o-Peso, num domingo maravilhoso. 

A Liège e a todas as pessoas envolvidas nesse grandioso álbum, nossos desejos de muito sucesso sucesso sucesso sucesso sucesso sucesso sucesso sucesso sucesso sucesso sucesso 



12/05/2021

Fica a dica!


Se ame:
Para fotos,
Me chame

(para Maytê Cumaru)

Fabio Gomes
Maceió, 10.5.21

  • Agende seu ensaio fotográfico através do meu site, clicando aqui

 

29/01/2021

2020, ano de reflexão

Desde que o blog é blog, publico aqui a cada começo de ano um balanço da minha carreira no ano que recém-acabou (veja aqui os Balanços de 2016 a 2019). Em relação a 2020, eu não sabia bem o que fazer. Não só eu: há quem tenha optado por simplesmente pular essa etapa, como o YouTube, que pela primeira vez deixou de publicar sua retrospectiva. Ontem cheguei a iniciar um texto, cujo formato seria uma variação dos balanços anteriores, mas a escrita não avançou. Pensei em também não fazer nada, mas depois me veio à mente que não podemos simplesmente fingir que um ano inteiro não aconteceu. Não dormimos em 31 de dezembro de 2019 e acordamos já em 1 de janeiro de 2021, não é? Então, vamos lá.

Se fosse para comparar  resumidamente o ano passado com os anteriores, eu poderia dizer que 2020 foi um ano de reflexão, enquanto os outros foram anos de ação. É lógico que você nem só age nem só reflete (até porque não recomendo a ninguém agir sem refletir!). O fato é que, até 2019, você tinha uma possibilidade maior de planejar/refletir e já agir em seguida. Em 2020 (mais exatamente a partir de 20 de março, data em que iniciou a quarentena em Maceió), planejar e refletir continuou sendo possível, já agir... nem tanto.


Aconteceram, é claro, ações ótimas em 2020. Publiquei um e-book - Rapidola (um aperitivo) -, escrevi um livro (Memórias Poéticas, a sair em breve). Fiz dois ensaios fotográficos com modelos, e algumas saídas fotográficas para fotografar paisagens (ilustrando o post, foto feita ao pôr-do-sol numa ilha nas proximidades de Maceió). Gravei em vídeo mais de 40 poemas autorais e 20 clássicos da Literatura Brasileira, fazendo também uma série de lives poéticas. 

Outras ações chegaram a ser planejadas (outro ensaio, a volta para Belém, a publicação das Memórias ainda em 2020...), mas não puderam sair do plano das ideias (eu ia dizer sair do papel, mas há anos não uso mais papel para escrever - risos ecológicos). Não se perde por esperar: as boas ideias podem ser realizadas assim que houver circunstâncias favoráveis. E o tempo ajuda a mostrar quais ideias eram ruins e devem, portanto, ser descartadas. 

Não sendo possível, em boa parte do tempo, agir, houve tempo de sobra para refletir. E também para planejar, mas - na medida em que, até hoje, não há um calendário nacional de vacinação que abranja todas as faixas etárias - considero frustrante seguir planejando ações sem ter a menor ideia de quando elas serão executáveis. Evidentemente, em algum momento voltará a ser possível dividir meu ano entre Belém e Maceió, além de circular por outros estados nos quais exista demanda pelos meus ensaios. Quando isso se dará? Não sei, e também não é algo que eu possa resolver. Então o que me cabe é seguir em frente, fazendo o que está ao meu alcance. O que tiver que acontecer, irá acontecer. 


06/01/2021

Novos pacotes de ensaio para 2021

Divulgo agora meus novos pacotes de ensaios fotográficos válidos a partir de hoje. As novidades são os pacotes de Fotos Moda Praia e Ensaio Sensual, como descrito nas artes a seguir. 

O atendimento de clientes de fora do estado de Alagoas pode ter acréscimo de valor referente a meu deslocamento e hospedagem, e também fica sujeito ao cumprimento de normas das autoridades locais relativamente à pandemia do coronavírus. Não poderão ser realizados ensaios em cidades nas fases vermelha e preta. 
#vemvacina 

Para agendar ensaio comigo, entre em Contato

Vamos fotografar em 2021?

Larissa Nayane by Fabio Gomes Foto Cinema