18.10.16

Especialista em generalidades

Há uma 'acusação' frequentemente feita à minha profissão de formação, o Jornalismo: os jornalistas seriam pessoas "especializadas em generalidades". Ou seja, saberíamos um pouco de todos os (ou ao menos de muitos) assuntos, porém não conheceríamos nenhum em profundidade. Como toda generalização, esta frase não corresponde completamente à verdade: há muitos jornalistas especializados (sejam por meio de cursos, seja na prática) em Economia, esporte, Cultura, política etc etc. Não é muito diferente se você for comparar com médicos (um oftalmologista pode não saber detalhes mais profundos de infecções no esôfago) ou advogados (se for parado numa blitz, você não chamaria um advogado tributarista, não é?). Mas por algum motivo, nós jornalistas é que levamos a fama.

Pensei nisso duas vezes recentemente, ao deparar com manifestações sobre meu trabalho fotográfico. A primeira foi há algumas semanas, quando uma atriz me sondou sobre a possibilidade de eu lhe ceder algumas imagens do meu acervo para seus vídeos. Para embasar o pedido, ela fez um comentário que considero altamente elogioso:

- Você fotografa tudo, tem foto de tudo, é impressionante!

De fato, quem acompanha esse blog é testemunha ocular (literalmente! risos) disto, nem vou me estender a respeito.

A outra manifestação não chegou a ser uma avaliação direta de meu trabalho fotográfico. Ocorre que desde março - há longos sete meses, portanto - eu vinha tentando me cadastrar num site internacional que, salvo engano meu, é o único que conecta modelos a fotógrafos, seja qualquer um dos lados freelancer ou com empresa/agência. Para mim, que comecei a trabalhar com modelos recentemente, me pareceu o canal ideal para intensificar minha atuação nesta área. Imagine você, tendo uma viagem marcada para São Luís ou Maceió, poder agendar ensaios com modelos de lá antes mesmo de sair de casa, com poucos cliques. Infelizmente não pude fazer isso na recente viagem porque minha inscrição não foi aceita pelo site :/ 

Em março, a negativa para efetivar meu registro foi que eu não tinha uma página da internet dedicada a meu trabalho - o site não aceitou como tal a página do Facebook FabioGomes FotocCinema. 

Agora em outubro, depois de ter já há alguns meses no ar este blog e até ter registrado o domínio fabiogomesfotocinema.com.br, fiz nova tentativa. Primeiramente a atendente da empresa questionou se eu era realmente um Fashion or Beauty Photographer, ao que respondi que sou, enviando o link das Modelos da Semana aqui do blog. A resposta deles, no mesmo tom de "a gente não quer te registrar", foi de que se eu de fato sou um Fashion or Beauty Photographer, eles queriam ver mais trabalhos, e também "um blog não é considerado um website oficial" (sendo que um blog nada mais é que um site pré-formatado, se informar é bom pra não falar besteira). 

Considerei as alternativas, e acabei pedindo a exclusão de minha conta no tal site, cuja sede é a ilha de Chipre. Registrei, sim, um domínio, o que significa que em algum momento colocarei no ar meu site, porém não farei isso às pressas apenas porque a tal página cipriota não considera meu blog como um site. 

Suelen Leão na praça Floriano Peixoto
- Macapá, 28.5.15

Em relação à quantidade de trabalhos (até o momento, já publiquei aqui 11 Modelos da Semana e 2 ensaios completos), obviamente eu mesmo gostaria de ter bem mais o que apresentar, mas o trabalho com modelos depende de vários fatores, é diferente do parque do Ibirapuera ou da beira do rio Amazonas que você chega lá e fotografa. Semana passada, tinha um ensaio marcado que a modelo não foi porque adoeceu. Fora as pessoas que você fotografa e que não permitem a publicação das fotos (e tudo bem, é um direito delas). Enfim, não é como se você apertasse um botão e esses 13 trabalhos virassem 122 do dia pra noite. 

Cheguei a argumentar nesse sentido ao preencher o formulário de 'Fale Conosco' solicitando minha exclusão do site. Disse notar um descompasso entre o que o site oferece (ser um canal de fácil contato entre modelos e fotógrafos) - e o que ele exige dos fotógrafos. Ressaltei que o grau de exigência deles é compatível com profissionais com muitos anos de carreira dedicados exclusivamente ao trabalho com modelos, arrematando que, diferentemente do que os responsáveis pelo site de Chipre parecem pensar, tais profissionais, por já ter um nome no mercado, simplesmente não precisam de um site como esse. 


Nenhum comentário: