7.7.16

Toda encomenda será paga. Simples assim!

Eu já tinha escolhido um outro tema para o artigo desta quinta (a saber, meu conceito do que é um/a modelo), mas resolvi alterá-lo após uma breve troca de e-mails iniciada ontem e concluída há minutos.

Como quem acompanha o blog desde o início sabe, meu programa preferido de edição de fotos é o Fotor, que uso na versão para desktop. Recentemente, o Fotor passou a preferir que você edite seu material online, direto no site. Achei as opções um pouco limitadas e testei outros serviços. Imagino que isso tenha acontecido ali por maio, pouco antes de eu ministrar a Oficina de Cinema Independente em Belém - lembro da minha preocupação, às vésperas do início das aulas, em não poder contar com o Fotor para usar como recurso de edição. Felizmente acabei descobrindo que para imagens maiores o Fotor segue oferecendo a opção de você baixar o programa, que foi o que eu fiz, e nunca mais recorri aos outros sites. 

Nem lembrava mais disso quando, na madrugada desta quarta, 6, um daqueles sites me mandou um e-mail (em inglês) me convidando a escrever um artigo em meu site falando como meus leitores poderiam usar a ferramenta daquela empresa para criar grandes imagens etc. etc. 

Respondi na manhã da quarta (em português mesmo, afinal se eles não se importam em usar minha língua para falar comigo, por que eu deveria ter esta preocupação?) que apenas fiz um rápido cadastro no site deles e nunca mais o usei, até porque para o que o site faz eu já uso ou o Fotor (edição e colagem de fotos) ou o Canva (design gráfico). Mas enfim, acrescentei que se houvesse interesse deles eu poderia testar o site novamente para escrever o artigo, e fiz as perguntas que, creio, todo jornalista deve fazer num caso desses: Seria um post patrocinado? Qual o valor que vocês oferecem? Em que prazo eu deveria publicar o artigo?


Valorizemo-nos! 


Ontem à noite mesmo, veio a resposta - em inglês. Ninguém está disposto a ceder! (risos). Aqui a íntegra do e-mail, traduzido por mim em parceria com o Google (e sim, a pessoa não usou nenhuma letra maiúscula no texto):

obrigado pela sua resposta. esperamos que poderia ser gratuito, não hesite em contactar-me se você tiver qualquer outra questão .

aguardamos a sua resposta. tenha um bom dia

Creio ter encerrado a questão ao responder, há 40 minutos:

E eu espero que quando alguém me encomenda um texto, que essa pessoa pague por isso. Sou um jornalista profissional e vivo do meu trabalho.

Adeus.


Nenhum comentário: