5.4.17

Belezas Culturais: Ver-a-Bóia em 9 fotocas

No domingo, 2, aconteceu a segunda edição do projeto colaborativo Ver-a-Bóia, uma iniciativa que visa qualificar e empoderar as Boieiras (ou seja, as mulheres que cozinham e têm restaurante) do Mercado Ver-o-Peso, mítico ponto turístico de Belém, que completou 390 anos (!) no final de março. A primeira edição do Ver-a-Bóia foi realizada em janeiro de 2016, por ocasião do 4º centenário da capital paraense. 

Ao longo do domingo, 16 barracas do "Veropa" (como o mercado é carinhosamente chamado pelos belenenses) criaram pratos de culinária típica regional para serem vendidos a valores promocionais (de R$ 10 a R$ 20). As barracas eram identificadas através do banner da foto ao lado.

O evento também foi marcado pela realização de uma série de shows de artistas do Pará. A seguir, apresento uma seleção de fotos que já publiquei em meu Instagram na noite de domingo. 


O show de Liège botou a galera pra dançar já de cara. Nem a interrupção pela chuva tirou a animação do público que curtiu sucessos do primeiro EP da cantora-compositora, como "Filho de Gal" e "Cabelo". 

A apresentação de Danniel Lima chegou a ser interrompida porque começou a chover muito. 


Eu disse MUITO! As fotos acima e abaixo mostram alguém da produção tirando o excesso de água sobre a tenda armada para servir de palco no Veropa. 

Esta foto é inédita, não foi postada com as outras no Instagram


Mas como Danniel acredita que todo artista tem que ir aonde o povo está, nem se abalou...


... vendo que a galera seguia na chuva, sem arredar pé, conseguiu um guarda-chuva estiloso emprestado e retomou o show.



A cantora Joelma Klaudia aproveitou uma trégua da chuva para também circular bastante no meio da galera, puxando faixas do novo CD como "Ai Menina", megahit de autoria de Lia Sophia. 


Depois do show da JK eu aproveitei para degustar o que nos reunia ali - os quitutes das boieiras. Fui ao restaurante de Rosi Gomes (que aparece me servindo na foto ao lado) e pude apreciar um pirarucu desfiado com batata e creme de jambú (o potinho verde da foto) e farofa.

O detalhe da bandeira do Pará reproduzida na toalha era um toque a mais de classe para valorizar a proposta do evento.

O show que encerrou a programação do Ver-a-Bóia foi dos mais animados: Carimbozeira reuniu a Orquestra Pau e Cordista tendo como vocalista a cantora Renata del Pinho e a participação especial de Pedrinho Callado.



* Vi pela primeira vez a gíria/termo/vocábulo fotoca sendo usado pela cantora Liège no Facebook, ao solicitar para mim e outr@s colegas registros de shows seus neste final de semana (ela fez quatro shows em três dias, entre sexta e domingo!). Adorei, adotei. 



Nenhum comentário: