3.7.17

Belezas Culturais: Estátua de Graciliano Ramos

Ao dar uma volta pela praia da Pajuçara agora pela manhã, fotografei a estátua em homenagem a Graciliano Ramos que fica na enseada da praia. 

Um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos, Graciliano era alagoano de Quebrangulo, onde nasceu em 1892, tendo falecido no Rio de Janeiro em 1953. 

Graciliano morou em Maceió entre 1930, quando renunciou ao cargo de prefeito de Palmeira dos Índios, e 1936, quando, preso após a Intentona Comunista do ano anterior, foi levado ao Rio de Janeiro - seu período na prisão foi retratado no livro Memórias do Cárcere. Na capital alagoana, publicou uma de suas obras-primas, São Bernardo, em 1934, e escreveu Angústia

A escultura que o homenageia foi inaugurada em 30 de novembro de 2015, e é de autoria do artista mineiro Léo Santana (também o criador da estátua a Carlos Drummond de Andrade instalada na praia carioca de Copacabana). A prefeitura de Maceió escolheu a praia de Pajuçara como local da homenagem porque o escritor residiu nas proximidades.




  • Atualização 10.7.17 - Algumas pessoas têm comentado comigo que faltaria uma placa identificando Graciliano para os visitantes, mas a bem da verdade essa não é uma prática comum nesse tipo de homenagem, ao menos eu não lembro de ter visto em estátuas deste estilo que encontro em minhas viagens pelo Brasil. 

Nenhum comentário: