26.6.16

A Semana

Domingo aqui no blog será o único dia em que podem haver dois posts, regularmente - digo regularmente porque penso que uma rotina só se justifica quando não aconteça nada que torne mais interessante abandoná-la. A cada domingo, vocês devem encontrar aqui um post como este, comentando fatos que tenham acontecido durante a semana, relativos a meu trabalho como fotógrafo & cineasta.

Nesta semana, além do fato maior nesse aspecto, que foi naturalmente o lançamento do próprio blog na quinta, 23, publiquei dois textos falando sobre a pausa na viagem da Campanha Vamos Sonhar Juntos:

  • Ajustando o Rumo - Postado na segunda, 20, no blog Cinema Independente na Estrada, que mantenho no site Digestivo Cultural, comenta a viagem que iniciei por Belém em março e interrompi agora em junho, ao chegar a Maceió. Também fala da Oficina de Cinema Independente que ministrei em Belém, onde rodei com os alunos um curta-exercício intitulado Papo de Cinema (abaixo, o frame inicial do curta). 



  • Sobre a interrupção da Campanha Vamos Sonhar Juntos - Publicado na terça, 21, no blog As Tias do Marabaixo, o texto resume brevemente o anterior e registra o destaque que curtas-metragens da minha série As Tias do Marabaixo receberam no Pará durante minha passagem por lá, sendo exibidos na Oficina, apresentados brevemente na televisão e com foto publicada em jornal de grande circulação. 


O outro post dominical regular será a publicação de uma foto em que eu apareça, que tanto pode ser uma selfie quanto uma imagem com a qual algum/a colega me tenha presenteado - conforme a situação, o post se chamará Selfie ou Eu por... (completado com o nome d@ colega). A ideia não é exatamente eu "aparecer", mas sim compartilhar imagens, em sua maioria, divertidas e/ou emocionantes que ajudam a contar minha trajetória (afinal, este é um dos objetivos deste blog). 

Excepcionalmente hoje, porém, não haverá nem Selfie ou Eu por... Como eu falei no começo do post, acontecimentos importantes nos levam a quebrar a rotina. E 26 de junho é uma data importantíssima: nesta data, Tia Chiquinha (1920-2015), protagonista do meu segundo curta-metragem, completaria 96 anos. Assista-o no próximo post. 

Nenhum comentário: